KidsOut World Stories

O Rei dos Macacos e o Fantasma Pooja Sharma    
Previous page
Next page

O Rei dos Macacos e o Fantasma

A free resource from

Begin reading

This story is available in:

 

 

 

 

 

Rei dos Macacos o Fantasma

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Numa densa floresta, vivia um bando de macacos. O Rei dos Macacos era muito sábio. Certo dia, ele reuniu o seu bando e disse:
— Meus queridos macacos, temos a sorte de poder viver nesta bela floresta, mas tenham muita cautela! As árvores e as plantas podem ser verdes e exuberantes, mas contêm muitos frutos venenosos. Os charcos podem ter águas límpidas e cristalinas, mas um deles serve de casa a um fantasma. Por isso, não comam nem bebam nada sem antes me perguntar!

No dia seguinte, um dos macacos sentiu muita sede. Ao recordar-se das palavras do rei, foi conversar com ele.
— Não te preocupes, meu menino! — exclamou o rei. — Eu mesmo irei visitar o charco e averiguar se é seguro.

À medida que se aproximava do charco, o rei reparou num rasto de pegadas enormes a entrar no lago, mas nenhumas a sair. O rei concluiu que era ali que o fantasma se escondia. Todos os macacos desataram a chorar, preocupados, como iriam eles conseguir água para beber? Logo o rei os tranquilizou e foi confrontar o fantasma.

O Fantasma riu e escarneceu:
— Mas que enorme dilema em que estás metido, Rei dos Macacos! Se os teus macacos se aproximarem do charco, comê-los-ei. Mas se não o fizerem, morrerão à sede!
— Tenho de arranjar uma solução — pensou o Rei.

Então, pediu aos macacos para apanharem canas de bambú. Ao unir as canas ocas, conseguiu criar um enorme cano capaz de sugar a água do charco. Assim, os macacos puderam beber toda a água que queriam.
— Viva o Rei dos Macacos! — clamaram os macacos.

O fantasma, tendo sido ludibriado pelo Rei dos Macacos, regressou ao fundo do charco com uma cara de poucos amigos!

Nunca se deve desistir quando as coisas parecem difíceis, basta ser paciente e esperto como o Rei dos Macacos!

 

Enjoyed this story?
Find out more here